Vice-Reitor diz que Deus oferece uma felicidade real

| 2017-09-03

A missa foi presidida por D. Angelo Bagnasc

Recinto Santuário de Fátima

O Vice-reitor do Santuário de Fátima, o padre Vítor Coutinho, na homilia, deste domingo, referiu que, por vezes, todos nós temos um “sentimento de desilusão”. Um sentimento que surge porque na maioria das vezes “Ao longo da vida somos muitas vezes seduzidos por aquilo que nos promete realização fácil e por aparências que se revelam enganadoras”.

Porém também destacou aquelas seduções que “nos preenchem e enriquecem, fazem-nos descobrir uma realização que não fica apenas à flor da pele e nem preenche apenas momentos isolados do nosso tempo, e é isto que Deus faz connosco”. E acrescenta que “Deus seduz-nos, chama por nós e o que nos tem a oferecer é uma felicidade real, é uma realização pessoal que não se reduz a um momento nem a uma satisfação pontual”.

O vice-reitor do Santuário sublinhou ainda que, por vezes, “ter fé é um incomodo e traz exigências”. “Viver com Deus também traz exigências que não nos deixam tranquilos, não ficamos indiferentes ao sofrimento, à solidão das pessoas que encontramos, às injustiças que a sociedade constrói”, mencionou.

Portanto “Quem se deixa guiar por Deus descobre um mundo para melhorar e muitos irmãos e irmãs para cuidar. Quem vive com Deus vive tranquilo, mas não vive sossegado”, adianta o Vice-Reitor.

O sacerdote terminou a sua homilia lembrando a todos os peregrinos que a “maior realização da vida não está no que conservamos para nós, mas o que damos de nós para que outros vivam e cresçam, para que o mundo seja mais belo e a humanidade mais justa”.

Esta Eucaristia foi presidida por D. Angelo Bagnasco, cardeal italiano e atual arcebispo da arquidiocese de Génova e contou com a presença, segundo os dados registados pelo Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima, 44 grupos, entre eles peregrinos de Portugal, Espanha, França, Itália e Alemanha.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter