AO lança campanha de Advento

| 2017-12-01

Começa a 3 de Dezembro

Com o objetivo de ir ao “Encontro do Presépio” e de ajudar os fiéis a vivenciarem melhor esta época de Advento, o Apostolado da Oração, lança a 3 de dezembro – data de início do advento – a Campanha de Advento 2017, em que diariamente, quem quiser poderá receber no e-mail, uma proposta de oração baseada nas Antífonas de Entrada das Eucaristias diárias deste ciclo litúrgico. Para tal é necessário fazer a inscrição bastando aceder ao site do AO.

Desta forma “Teremos em conta as leituras da eucaristia diária. Elas vão introduzindo e fazendo penetrar no que devem ser os sentimentos destas semanas que desembocam no presépio” é explicado na mesma nota.

Numa nota divulgada no site é explicado que «Advento» significa «Vinda», «Chegada». É, na Liturgia da Igreja, o período de preparação para a solenidade do nascimento de Jesus em Belém.

Assim para viver “com mais intensidade e fervor este começo do novo Ano Litúrgico (Ano B), apresentamos breves reflexões, da autoria de Manuel Losa, sj, que poderão auxiliar o leitor a avançar com mais atenção e piedade nestas quatro semanas preparatórias rumo à grande festa do dia de anos de Deus na terra”.

Um caminho que será acompanhado pelas personagens bíblicas, nomeadamente, “ o profeta Isaías com as suas visões otimistas de um mundo novo, pacífico e de júbilo, graças à intervenção de Deus por meio do Messias Salvador”. Mas também “João Batista, o precursor, que vem recordar que é necessário aplanar caminhos e abater os obstáculos do orgulho e do egoísmo, a fim de nos deixarmos imbuir pela novidade d’Aquele que nos vem libertar do pecado; exorta à seriedade, ao cumprimento rigoroso dos deveres de justiça e partilha e de atenção permanente Àquele que, nascido Menino, é o maior que deve crescer, enquanto nós diminuímos”; E ainda “José e Maria, que nos surgem envoltos no silêncio sereno do mistério incompreensível mas repousante. Rumando em direção à Luz de Belém, celebramos Maria na sua Imaculada Conceição, toda ela um «sim» a Deus, o sim que vamos procurar dizer a Jesus e que queremos confirmar na alegria do seu Natal.

 

Por último, “Rei da festa, o aniversariante Jesus: indefeso, disponível, dependente do amor que Lhe queiram dar, sujeito aos caprichos humanos. Nasceu para nós, foi-nos dado, graça sobre graça”.

As Antífonas são constituídas por breves versículos, sobretudo dos Salmos, mas também de alguns profetas e uma ou outra citação das Cartas de S. Paulo.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter