Bispo de Leiria diz que “O reino de Deus é dos sofredores”

| 2017-11-26

Encerramento do ano Jubilar do Centenário das Aparições

D. António Marto

D. António Marto, Bispo da diocese de Leiria-Fátima presidiu às celebrações de encerramento do ano Jubilar do Centenário das Aparições de Nossa Senhora, como delegado pontifício, por indicação do Papa Francisco.

O Bispo referiu que é com o “Coração em festa” que dirige a todos uma “saudação Cordial e Fraterna” a todos os presentes. Até porque este é um dia duplamente importante para a igreja católica que encerra o seu ano Pastoral com a Solenidade Nosso Senhor Jesus Cristo rei do Universo.

D. António Marto, não esqueceu os seus “amiguitos e amiguitas” e pediu-lhes que sejam “crianças felizes no amor deixado por Nossa Senhora”.

O que significa para nós Jesus ser Rei? E o seu Reino?

No Evangelho sabemos que Jesus recusou o título de Rei e frisou que “O Meu reino não é deste mundo”.

O evangelho deste domingo, transporta-nos para a “Parábola do juízo Final” que “nos desperta e nos chama ao mais essencial”. Esta mensagem, “é importantíssima” e tem uma novidade: “Cristo identifica-se com todos aqueles que sofre e que o critério último e decisivo, do exame final da nossa vida é o Amor, que concretiza as Obras de Misericórdia”.

“A Realeza de cristo não segue os critérios do mundo. Apenas quis assumir o rosto dos que sofrem” e este é “O Rei que nós amamos, que nós seguimos”, referiu o Bispo de Leiria-Fátima.

“Reino de Verdade e de Vida, de Santidade e de Graça, de Justiça, de Amor e de Paz” é a frase que sintetiza o “Reino de Deus” e que “identifica na perfeição a mensagem deixada, neste lugar, por Nossa Senhora, há 100 anos”, concluiu D. António Marto. E acrescentou “Nossa senhora foi a ‘advogada’ de Deus neste reino que é o seu”.

Com o encerramento do Ano Jubilar do Centenário “nós estamos a festejar uma mensagem de amor de deus por toda a humanidade. Por isso apelemos a Nossa Senhora que nos ajude a ouvir as palavras das Bem-Aventuranças deixadas por Jesus”, adiantou o prelado.

 

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter