Cáritas Portuguesa associa-se ao Dia Mundial dos Pobres

| 2017-11-15

A iniciativa terá início pelas 11h00, na Igreja de São Roque, em Lisboa

A Cáritas Portuguesa associa-se ao primeiro Dia Mundial dos Pobres que se assinala, no domingo, dia 19 de novembro.

Apesar deste dia ser lembrado em todas as paróquias do país a Cáritas preparou uma “iniciativa de modo a que se possam incluir nela instituições, eclesiais ou não, para que, todos em conjunto, demos visibilidade a tão justa e oportuna iniciativa do nosso querido Papa Francisco” refere uma nota publicada no site da Instituição.

A iniciativa terá início pelas 11h00, na Igreja de São Roque, em Lisboa com a celebração da Eucaristia que a Cáritas pretende que seja “uma oportunidade para estar com as pessoas mais carenciadas e afirmar o seu direito a uma vida digna e a uma cidadania plena”.

O presidente da Cáritas, Eugénio Fonseca espera que este seja um dia participado por todos e não apenas pelos pobres. Por isso, diz que “gostaria de ver também os políticos, os artistas, os futebolistas, essa gente que eles veem nas televisões e julgam que estão lá longe. Para estarem com eles, a deixarem-se tocar por eles, a fazerem selfies com eles. Porque isto levanta a autoestima. E faz acreditar que os mais pobres, apesar da situação em que vivem, são considerados, são valorizados”.

Por agora está prevista no programa a participação de várias figuras públicas, como o selecionador nacional de futebol, Fernando Santos; os artistas Fernando Pereira e Carlos Alberto Moniz; o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Edmundo Martinho; e o presidente da Comissão Nacional de Proteção das Crianças e Jovens em Risco, Armando Leandro.

Também a Provedora de Justiça, Maria Lúcia Amaral; e as deputadas Helena Roseta e Maria da Luz Rosinha, do Partido Socialista confirmam a presença.

Depois da missa, às 11h00 na igreja de São Roque, os participantes são desafiados a seguir em cortejo até à Ribeira das Naus, vestindo a camisola da iniciativa “Partilhar a Viagem”, também associada aos mais necessitados.

Pelas 13h30, na Casa da Balança, cedida pelo Estado-maior da Marinha, decorre um almoço com todos os intervenientes e para as 15h00 está previsto o arranque da festa e animação, na Ribeira das Naus.

Momento que será aproveitado pela Cáritas Portuguesa para lançar a campanha solidária ’10 milhões de Estrelas’, que este ano vai permitir também ajudar as vítimas dos incêndios em todo o país.

(Com Agência Ecclesia)

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter