Jovens estão no centro do programa da diocese do Funchal

| 2017-09-30

Bispo apresenta “Diocese do Funchal: Igreja jovem com os jovens”

O Programa Diocesano de Pastoral de 2017/2018 da diocese do Funchal foi apresentado, este sábado, e centra-se nas “capacidades, valores e competências” dos jovens um “caminho de realização pessoal” e de “empenho na construção de um mundo novo”.

D. António Carrilho, bispo do Funchal “Quando se fala de jovens e com os jovens percebemos, também, a riqueza que tantas vezes está contida nos seus corações e deve ser colocada ao serviço do bem comum, da missão da Igreja e da sociedade”.

O bispo do Funchal presidiu hoje à Assembleia das Direções dos Movimentos, Secretariados e Obras Laicais, que decorreu no Convento de Santa Clara, para apresentar o programa para o novo ano pastoral, que tem por tema “Diocese do Funchal: Igreja jovem com os jovens”.

Um programa que tenta responder ao desafio lançado pelo Papa Francisco da realização do sínodo dos bispos em 2018 dedicado aos jovens. 

“Queremos responder, deste modo, ao desafio lançado pelo Papa Francisco em ordem ao Sínodo dos Bispos sobre ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’, a realizar, em Roma, em outubro de 2018”, referiu D. António Carrilho.

O prelado acrescenta que a Igreja “quer caminhar com os jovens e não poupará esforços para os ajudar, apresentando-lhes a beleza da Fé e os valores para um ideal de vida cristã”.

D. António carrilho salientou que falar dos jovens implica ter presente os “grandes desafios e constantes mudanças e incertezas” e sobretudo a certeza de que “Deus não abandona os jovens e a Igreja não o pode fazer, sem correr o risco de perder a sua própria identidade e sentido de missão”.

“Juntos devemos, com os próprios jovens, fazer uma caminhada de Igreja; juntos devemos responder a cada época e a cada novo desafio, com coragem e determinação”, sublinhou o bispo do Funchal.

(Com Agência Ecclesia)

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter