O “Acólito está ao serviço da palavra de Deus” disse o Bispo de Leiria-Fátima

| 2017-10-06

A “Palavra de Deus tem que ser escutada como o Pai que fala ao Coração do seu filho”.

D. António Marto (Foto: Centro Comunicação Santuário Fátima)

“O Acólito está ao serviço da Palavra de Deus para manifestar que a Palavra de Deus é Luz!” disse o Bispo da Diocese de Leiria-Fátima, D. António Marto, na Homilia que presidiu, durante a Missa da Peregrinação Jubilar dos Acólitos da Diocese de Leiria a Fátima.

Aos mais de 200 acólitos presentes, D. António Marto ainda referiu que “A vida espiritual é como o óleo para o motor do carro”, ou seja, “sem ele o carro não funciona bem e “ se nós não cuidarmos da nossa vida espiritual, também podemos prejudicar a nossa relação com Deus”.

Porém, o Bispo explicou que essa força só a vamos buscar “na escuta da palavra de Deus”. E por isso, “quando escutamos a palavra, é Deus que fala e fala ao nosso coração”. “E quando rezamos somos nós que falamos com Ele”, concluiu o prelado.

Portanto, a “Palavra de Deus tem que ser escutada como o Pai que fala ao Coração do seu filho”.

Numa alusão a uma seara o Bispo de Leiria-Fátima afirmou que também “nós cristãos somos a Seara de Deus” e por isso “Deus abraça-nos com o seu Amor”. Porém, foi mais longe e metaforiando o nosso corpo disse que “com os nossos pés vamos ao encontro dos outros e do próprio Deus”, mas Ele também precisa “dos nossos braços para acolher quem chega e dar afeto a todos”. E prosseguiu “As nossas mãos que partem e repartem o pão da vida com os outros”.

Por tudo isto, “Jesus quer que sejamos seus colaboradores para levar a Luz, a esperança e a Paz ao mundo”. 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter