O Papa Francisco apelou hoje para assimilarmos Jesus

| 2017-06-18

Amanhã, 19 de junho, assinala-se o Dia Mundial do Refugiado

Papa-Francisco-1

O Papa Francisco apelou, hoje, na Oração do Angelus para que façamos como os discípulos de Imaús e assimilemos Jesus, ou seja, que “sejamos N’Ele”, pois só assim nos tornamos seus filhos.

O Papa lembrou que celebrar a festa dedicada a este mistério central da fé é expressar a plenitude de nossa adoração a cristo que se dá como alimento e bebida de salvação.

Olhando para o evangelho e para a passagem onde Jesus nos diz:" Eu sou o pão vivo que desceu do céu. [...] O pão que eu darei é a minha carne para a vida do mundo "(v. 51). O Papa explica que “o Pai O enviou ao mundo como o pão da vida, e por isso ele vai sacrificar a si mesmo, sua carne. Na verdade, Jesus, na cruz, deu o seu corpo e derramou seu sangue. O Filho crucificado é o verdadeiro Agnello Pasquale, que está fora da escravidão do pecado e apoia o caminho para a terra prometida. A Eucaristia é o sacramento da sua carne, dada a experimentar o mundo; quem come este alimento permanece em Jesus e viver para Ele”.

Sou o Pão da Vida

Na Eucaristia, Jesus, como fez com os discípulos de Emaús, se junta a nós, peregrinos na história, para alimentar a nossa fé, esperança e caridade; para confortar nos ensaios; a apoiar-nos em nosso compromisso com a justiça ea paz. Esta presença solidária do Filho de Deus está em toda parte: nas cidades e no campo, no Norte e no Sul, em países tradicionalmente cristãos e nas de primeira evangelização. E na Eucaristia ele mesmo dá como força espiritual para nos ajudar a colocar em prática o seu mandamento - amar uns aos outros como Ele nos amou - através da construção de comunidades acolhedoras e abertas às necessidades de todos, especialmente os mais vulneráveis, pobres e necessitados.

Alimentar-nos com a Eucaristia Jesus também significa abandonar-nos com confiança a Ele e deixar-nos guiar por Ele. Ele é receber Jesus no lugar do próprio "eu". Desta forma, o amor gratuito recebeu de Jesus na Comunhão eucarística, com a obra do Espírito Santo alimenta seu amor a Deus e aos nossos irmãos e irmãs que encontramos na caminhada diária. Nutridos pelo Corpo de Cristo, nos tornamos mais e mais prático e o corpo místico de Cristo. A Virgem Maria, que sempre unidos a Jesus o Pão da Vida, nos ajude a redescobrir a beleza da Eucaristia, da fé, para viver em comunhão com Deus e com os outros.

Dia Mundial do Refugiado

Por fim lembrou que amanhã é o Dia Mundial do Refugiado, promovido pelas Nações Unidas. O tema deste ano é " Com refugiados. Hoje mais do que nunca, devemos tomar o lado dos refugiados ". Este é o tema. A atenção concreta vai para mulheres, homens, crianças que fogem de conflitos, violência e perseguição. Nós também recordar na oração quantos deles perderam suas vidas no mar ou em viagem cansativa por terra. Suas histórias de dor e esperança pode se tornar oportunidades para fraternal e genuíno encontro compreensão mútua. Na verdade, o encontro pessoal com refugiados dissipa medos e ideologias distorcidas e fator de crescimento tornar-se na humanidade, capaz de abrir espaço para sentimentos de abertura e construção de pontes. Quero expressar a minha proximidade às queridas populações de Portugal para o fogo devastador que está afetando as florestas ao redor Pedrógão Grande causando inúmeros mortos e feridos. Oremos em silêncio.

Dirijo uma saudação especial aos representantes qualificados da República Africano Central e das Nações Unidas, que nestes dias está em Roma para uma reunião organizada pela Comunidade de Santo Egídio. Em meu coração a visita que fiz em novembro de 2015, em que país , e espero que, com a ajuda de Deus e da boa vontade de todos, para ser totalmente reavivado e fortalecido o processo de paz, uma condição necessária para o desenvolvimento.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter