Opus dei apela à solidariedade com vitimas dos incêndios

| 2017-10-20

As Missas celebradas, no domingo, no Oratório de S. José Maria, em Lisboa, vão ser “por intenção as vítimas e familiares dos incêndios”.

Perante a nova tragédia que se abateu sobre Portugal, provocada pelos incêndios do dia 15 de outubro, o padre José Rafael Espírito Santo, Vigário Regional do Opus Dei, em Portugal manifestou a sua “dor e perplexidade” com “o rasto de destruição” dos incêndios e dirige “um pensamento de proximidade e consolo” aos afetados e aos envolvidos “na ajuda e no socorro”.

Na mensagem enviada à Agência Ecclesia, refere que “Quase todos temos familiares ou pessoas próximas afetadas pela calamidade. Dou o meu alento para ajudarmos, cada um conforme possa, individualmente ou juntando-se às iniciativas, civis ou da Igreja, que estão a fazer um trabalho precioso de solidariedade e de grandeza”.

Por isso, com o objetivo de ajudar o Vigário regional informa que as Missas celebradas, no domingo, 22 de outubro, no Oratório de S. José Maria, em Lisboa, vão ser “por intenção as vítimas e familiares dos incêndios”.

O padre José Rafael Espírito Santo dirige-se também aos fiéis e cooperadores do Opus Dei, que “viveram momentos de grande aflição”, alguns com “perdas grandes”, e refere que Deus “saberá recompensar com abundância, de alguma maneira, tudo quanto parece tirar”.

Segundo o vigário regional do Opus Dei em Portugal o “desastre” deste verão com os fogos florestais mostra como “foi e se mantém válido o alerta” dos bispos portugueses que publicaram a nota pastoral ‘Cuidar da casa comum – prevenir e evitar os incêndios’, publicada a 27 de abril.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter