Papa alerta para sinais de xenofobia na Europa

| 2017-09-22

A Santa Sé preparou um conjunto de 20 “boas práticas” no acolhimento dos migrantes

Papa Francisco

O Papa Francisco alertou para os sinais de xenofobia na Europa, durante o encontro com os responsáveis pela Pastoral dos Migrantes e Refugiados dos países que integram o Conselho das Conferências Episcopais da Europa.

O Santo Padre mostrou-se preocupando parente “os sinais de intolerância, discriminação e xenofobia que se encontram em várias regiões da Europa” e apelou ao respeito pelos refugiados e migrantes que procuram uma vida melhor.

O Papa sublinhou que estes sinais são muitas vezes provocados pela “desconfiança e medo” do outro. Francisco também revelou que fica ainda mais “preocupado e triste” ao constatar que “as comunidades católicas, na Europa, não estão isentas de culpa, nestas reações de defesa e rejeição”.

A intervenção apontou o dedo a quem promete atos xenófobos com a justificação de preservar a sua “identidade cultural e religiosa”.

Porém, também elogiou a atuação das comunidades católicas que se empenharam na ajuda destas pessoas.

O Papa Francisco também falou de uma “fronteira missionária” para a Igreja Católica, ao encontro de quem chega de outros países, promovendo “um diálogo ecuménico e inter-religioso sincero e enriquecedor”.

A Santa Sé preparou um conjunto de 20 “boas práticas” no acolhimento dos migrantes que o Papa convidou as várias Igrejas locais a implementar, tendo como base quatro verbos: “acolher, proteger, promover, integrar”.

A audiência no Vaticano está inserida no “encontro anual de bispos e delegados a cargo da pastoral dos migrantes”, que decorre em Roma até domingo.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter