Papa diz que “consolo não é diversão é paz do senhor”

| 2017-09-26

Papa Francisco diz que quando o "consolo" chega devemos "agradecer ao Senhor"

Papa Francisco

O Papa Francisco na sua homilia matutina, em Santa Marta, referiu que ninguém “é excluído do encontro com o Senhor” porque “Deus passa na vida de cada um”, e todo o cristão é desafiado a “estar vivo para este encontro” para “reconhecer e receber a sua paz”.

Uma mensagem de esperança e de alegria do Papa que é também um convite para se “livrar das armadilhas, para não sermos cristãos fechados".

O Papa inspirou-se na reflexão do Evangelho que nos fala do tempo em que o povo de Israel é libertado do exílio. E portanto, alertou para o facto de a escritura nos descrever "uma visita ao Senhor: o Senhor que visitou seu povo e o trouxe de volta a Jerusalém".

E socorrendo-se da palavra “visita” o Santo Padre referiu que é uma palavra “importante na história da salvação”. Por isso, quando “o Senhor nos visita dá-nos alegria e consolação espiritual”. Porém, é “um consolo que não acontece só naquele momento”, mas “que é um estado na vida espiritual de todo o cristão”.

Portanto, o “consolo” deve ser reconhecido quando vem. “e quando ele vem devemos agradecer ao Senhor” frisou o Papa. Todos devem estar cientes de que "é o Senhor quem passa, que vai me visitar, para me ajudar a avançar, esperando, trazer a cruz". Para isso, o Pontífice disse que também precisamos "nos preparar com a oração". Esperança e oração: "Venha, Senhor, venha, venha."

 

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter