Papa Francisco diz que «Seremos julgados pelo amor»

| 2017-11-26

Papa apresentou o “amor concreto pelo próximo em dificuldade”

Foto: Lusa

O Papa Francisco na Oração do Angelus deste domingo, apresentou a vivência do amor e a atenção pelos mais necessitados como o “critério decisivo” para o julgamento de Deus sobre cada pessoa, ao assinalar no Vaticano a solenidade de Cristo-Rei.

“No final da nossa vida, seremos julgados pelo amor, isto é, pelo nosso compromisso concreto de amar e servir Jesus nos nossos irmãos mais pequenos e necessitados: aquele mendigo, aquele necessitado que estende a mão é Jesus; o doente que tenho de ir visitar é Jesus, aquele preso é Jesus, aquela pessoa com fome é Jesus”, disse, no encontro dominical de oração para a oração do ângelus.

Perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, o Papa apresentou o “amor concreto pelo próximo em dificuldade” como o “critério decisivo” do juízo de Jesus, que de identifica com quem sofre.

“Assim se revela o poder do amor, a realeza de Deus, solidário com quem sofre para suscitar em todos os lugares atitudes e obras de misericórdia”, prosseguiu.

(Noticia: Agência Ecclesia/OC)

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter