Papa Francisco recebido por milhares de pessoas

| 2017-09-07

Uma viagem pela paz e pela esperança

O Papa Francisco já está em Bogotá, na Colômbia para uma visita de cinco dias. O Airbus A330 da Alitalia aterrou na área militar do Aeroporto de Bogotá, cerca de 20 minutos, antes do horário previsto, apesar das dificuldades causadas pelo furacão Irma.

O Papa foi recebido por milhares de pessoas que fizeram questão de estar junto ao aeroporto e no percurso que percorreu até chegar à Nunciatura Apostólica, onde o Papa ficará hospedado, enquanto estiver na Colômbia.

À chegada Francisco foi recebido pelo presidente da Colômbia, Juan  Manuel Santos, prémio Nobel da paz que estava acompanhado da primeira-dama, María Clemencia Rodríguez. O Papa cumprimentou os políticos presentes no aeroporto e saudou as crianças que lhe entregaram presentes.

A cerimónia de boas vindas durou cerca de 20 minutos, finda a qual o Santo Padre subiu para o Papamóvel e percorreu os 15 quilómetros para chegar ao local de descanso e segundo as autoridades, no percurso deveriam estar mais de meio milhão de pessoas.

Ao chegar à Nunciatura Francisco pediu aos colombianos que "não se deixem vencer" e que mantenham o sorriso, desafiando os jovens a não perderem a esperança e a alegria.

Ao deixar Roma, o primeiro pontífice sul-americano disse levar uma “mensagem de esperança” para um país que procura a paz após mais de 50 anos de guerra civil.

O Santo Padre, no tradicional telegrama enviado ao presidente de Itália, disse que os objetivos desta visita é “apoiar a missão da Igreja local e levar uma mensagem de Paz à Colômbia”.

Francisco recorreu à sua conta ‘@pontifex’ na rede social Twitter para se dirigir aos seus seguidores: “Caros amigos, por favor rezem por mim e por toda a Colômbia, aonde irei para uma viagem no marco da reconciliação e da paz”.

Porém, antes de sair da Casa de Santa Marta, no Vaticano, o Papa cumprimentou duas famílias cujas casas foram atingidas por um incêndio, na zona de Ponte Mammolo, Roma, e que estão a ser ajudadas pela Esmolaria Pontifícia, da Santa Sé.

Segundo a Rádio Vaticano, na terça feira, o Papa Francisco, foi à Basilica Santa Maria Maior, onde rezou diante do ícone da “Salus Popoli Romani” confiando, assim, à Virgem Maria o bom êxito desta viagem.

A 20ª viagem internacional do pontificado inclui celebrações religiosas e encontros com responsáveis políticos da Colômbia na capital Bogotá e nas cidades de Villavicêncio, Medellín e Cartagena.

Francisco é o terceiro Papa a visitar este país, que já recebeu o Beato Paulo VI (1968) e São João Paulo II (1986).

(Com Agência Ecclesia) 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter