Papa lembra vitimas da “pobreza” da Guerra

| 2017-11-19

O Santo Padre ainda desafiou os católicos a questionarem-se sobre a “imagem” que têm de Deus

O Papa Francisco recordou, no Vaticano, as vitimas da “dolorosa pobreza” provocada pelas guerras e conflitos militares e apelou à paz, nomeadamente, no Médio Oriente.

Depois a Oração do Angelus o Papa renovou “à comunidade internacional um apelo urgente para que desenvolva todos os esforços possíveis para favorecer a paz, especialmente no Médio Oriente”.

Perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, Francisco dirigiu-se diretamente à população libanesa, num momento de tensão política no país. E disse: “Rezo pelo querido povo libanês e rezo pela estabilidade do país, para que possa continuar a ser uma mensagem de respeito e de convivência para a região e para todo o mundo”.

O Santo Padre ainda desafiou os católicos a questionarem-se sobre a “imagem” que têm de Deus “não um patrão severo e intolerante”, mas “um pai pleno de amor, de ternura e de bondade”.

No encontro de oração, o Papa recordou a beatificação em Detroit (EUA), no sábado, do padre Francesco Solano, religioso capuchinho, que se distinguiu “por um incansável serviço aos pobres”.

“Que o seu testemunho ajude sacerdotes, religiosos e leigos a viver com alegria a ligação entre anúncio do Evangelho e amor aos pobres”, desejou.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter