Papa pede “concórdia” ao presidente da Venezuela

| 2017-09-07

Uma comitiva de 70 jornalistas acompanha o Papa

Venezuela

O Papa Francisco enviou uma mensagem ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, apelando à “concórdia” no país afetado por uma crise política e económica.

No telegrama, enviado durante o voo para a Colômbia, e enquanto sobrevoava território venezuelano, o Papa afirma que “rezo para que todos no país possam promover caminhos de solidariedade, justiça e concórdia”.

O Papa também envia uma saudação ao povo da Venezuela sobre o qual invoca “a bênçãos divina da paz”.

Nesta 20ª viagem internacional do seu pontificado, Francisco é acompanhado por 70 jornalistas, a quem disse que esta é "uma viagem para ajudar a Colômbia a prosseguir no seu caminho de paz".

"Também sobrevoaremos a Venezuela: peço-vos uma oração pela Venezuela, para que possa existir o diálogo e o país possa encontrar uma boa estabilidade, através do diálogo com todos. Obrigado pelo vosso trabalho”, acrescentou.

A viagem à Colômbia prevê 13 intervenções do Papa, incluindo encontros com autoridades civis e religiosas, além de um grande encontro de oração pela reconciliação e das beatificações de D. Jesús Emilio Jaramillo Monsalve, bispo colombiano assassinado por guerrilheiros em outubro de 1989, e do padre Pedro Maria Ramírez Ramos, morto a 10 de abril de 1948.

Francisco vai presidir a três Missas e passar pelas cidades de Bogotá, Villavicêncio, Medellín e Cartagena.

(Com Agência Ecclesia) 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter