Papa propõe “Catecumenato matrimonial” para noivos

| 2018-01-30

O Papa Francisco, recebeu, em audiência os membros do Tribunal Eclesiástico da Rota Romana que estão a começar um novo Ano Judiciário e propôs a instituição do “Catecumenato matrimonial” para os noivos.

O Papa referiu que este “seria um itinerário indispensável para que jovens e casais revivam a sua consciência cristã amparada pela graça dos dois sacramentos: batismo e matrimônio”.

O Santo Padre centrou o seu discurso na ‘consciência’ porque ela está patente em todas as situações, relacionadas com a atividade do tribunal eclesiástico, da pastoral familiar da Igreja, ou mesmo no momento da decisão sobre, por exemplo, causas de nulidade matrimonial.

Segundo Francisco, os Sínodos sobre a família e Exortação Amoris Laetitia nasceram da necessidade de ouvir aqueles fiéis que haviam silenciado suas consciências e depois reencontraram um caminho para ver um pouco de ‘luz'.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter