Papa reforça presença feminina na Cúria Romana

| 2017-11-08

O Papa Francisco instituiu em 2016 o novo organismo da Santa Sé para os leigos, a família e a vida

O Papa Francisco nomeou duas mulheres como subsecretárias do novo Dicastério para os Leigos, Família e Vida, na Santa Sé, reforçando assim a presença feminina na Cúria Romana.

As eleitas são Gabriella Gambino é professora de Bioética, no Instituto Teológico João Paulo II para as Ciências do matrimónio e d Família, da Universidade Lateranense, e foi indicada para a secção para a Vida deste organismo. Linda Ghisoni é especialista em Direito Canónico, era juíza instrutora do Tribunal de primeira estância para as causas de nulidade de matrimónio no Vicariato de Roma, e foi nomeada para a seção da Família.

O Papa Francisco instituiu em 2016 o novo organismo da Santa Sé para os leigos, a família e a vida, em substituição dos antigos conselhos pontifícios que tratavam separadamente dessas áreas pastorais; o prefeito deste dicastério é o cardeal norte-americano D. Kevin Farrell.

Entre 2005 e 2015, o número de mulheres a trabalhar nas instituições da Cúria Romana e do Estado da Cidade do Vaticano aumentou em 90%; as mulheres representavam então cerca de 20% do total de funcionários ao serviço do Papa no Estado da Cidade do Vaticano.

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter