Papa “unido” aos cristãos da China

| 2017-05-21

A 27 de maio o Papa visitará a Diocese de Gênova

Papa Francisco na Capelinha das Aparições (Foto: Lusa/Agência Ecclesia )

A 24 de maio o papa Francisco estará unido “espiritualmente” a todos os católicos que residem na China, e que estarão a celebrar o aniversário da Santíssima Virgem Maria que é venerada no Santuário de Sheshan, em Xangai.

Por isso o Papa Francisco, após a Oração do Regina Coeli, convidou os chineses a “levantarmos os nossos olhos para Maria, nossa Mãe, para que nos ajude a discernir a Vontade de Deus sobre a vida concreta da Igreja na China e para nos apoiar em acolher generosamente o seu desígnio de amor”. E acrescentou que “Maria encoraja-nos a oferecer a nossa contribuição pessoal para a comunhão entre crentes e para a harmonia de toda a sociedade”. Logo de seguida desafiou os cristãos a que “não se esqueçam de testemunhar a fé com a oração e com amor, mantendo um encontro aberto, com o diálogo sempre presente”.

A terminar o Santo Padre enviou a sua cordial saudação a todos os fiéis e peregrinos que estavam presentes na Praça de São Pedro, em Roma. E em particular referiu a “Capilla de Música de la Catedral de Pamplona; o grupo Colégio São Tomás de Lisboa; os fiéis de Saint-Charles Hospital Capela de la Croix de Saint Simon, Paris; os peregrinos Torrent, Valência, em Espanha, os do Canadá e dos Estados Unidos, incluindo alguns da ilha de Guam”. Enviou ainda uma saudação especial aos jovens confirmados e candidatos a confirmação da Diocese de Gênova, lembrando que, no próximo sábado, 27 de maio, visitará esta cidade. 

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter