PSP destrói mais 3 000 armas

| 2018-02-07

No presente ano, a PSP já destruiu mais de 6 000 armas.

A Polícia de Segurança Pública realizou no, dia 6 de fevereiro, a segunda ação de destruição de armas do ano de 2018, num total de 3 418 armas de fogo e armas brancas destruídas.

No presente ano, a PSP já destruiu mais de 6 000 armas.

As armas destruídas foram declaradas como perdidas a favor do Estado no âmbito de processos - crime, contraordenação ou administrativos, depois de terem sido apreendidas pela Polícia de Segurança Pública e demais autoridades policiais, a nível nacional, no decorrer da sua missão preventiva em especial, da comissão de crimes violentos com o emprego de armas de fogo e demais ilícitos conexos. Integram ainda o referido lote, as armas entregues voluntariamente ao Estado pelos seus detentores ou achadores.

Ainda neste âmbito, a Polícia de Segurança Pública destaca que foi ontem aprovado, pela Portaria n.º 43/2018, o Regulamento da credenciação de entidades formadoras e formadores dos cursos de formação técnica e cívica para portadores de armas de fogo.

Passados mais de 10 anos desde a entrada em vigor da Portaria n.º 932/2006, período em que a realização dos cursos de formação e de atualização técnica e cívica foi assegurada pela Polícia de Segurança Pública, a nova portaria vem atualizar e redefinir a estrutura, conteúdo e duração dos cursos e exames, bem como definir as condições de credenciação das entidades formadoras e dos formandos. As alterações introduzidas permitem que a formação passe a ser ministrada por estas entidades, mantendo a PSP a responsabilidade de examinar os formandos, a par das tarefas de licenciamento, regulação, fiscalização e, a título excecional, de formação.

 

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter