União das Misericórdias no apoio à população idosa

| 2017-11-08

A iniciativa em causa nasceu no âmbito do Projeto de Qualificação das Comunidades Amigas das Pessoas Idosas (PQCAPI).

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) estabeleceu um protocolo com várias instituições bancárias com mo objetivo de reforçar o apoio às populações mis idosas e ainda para ajudar na recuperação ou reconstrução de equipamentos para a terceira idade.  

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a UMP frisa a intenção de “contribuir para qualificar a vida da população portuguesa que está, tendencionalmente, a envelhecer”.

Manuel Lemos, presidente da UMP adianta que “o envelhecimento da população é um problema nacional sério, para o qual se tem de dar cada vez mais atenção”.

“Face às tendências de envelhecimento, toda a sociedade tem que trabalhar para se criarem comunidades mais amigas e mais seguras para que a população idosa possa viver com maior qualidade”, salienta aquele responsável.

A iniciativa em causa nasceu no âmbito do Projeto de Qualificação das Comunidades Amigas das Pessoas Idosas (PQCAPI).

 “Considerando que há, no universo das instituições solidárias nacionais, um número significativo de equipamentos que necessitam de profunda requalificação ou mesmo de substituição, é muito importante o desenvolvimento de protocolos de colaboração com estas entidades financeiras que facilitem o financiamento de projetos para apoiar a população”, sustenta Manuel Lemos.

A UMP vai atuar neste projeto enquanto plataforma agregadora de candidaturas e neste momento, depois de consultar todas as Misericórdias e outras entidades do setor solidário, foram identificadas mais de 165 entidades interessadas para o desenvolvimento de projetos que representam um volume financeiro superior a 400 milhões de euros.

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter