Ministro da Economia visita empresas afetadas pelo incêndio

| 2017-10-25

Incêndio consumiu mais de 80% da Mata Nacional de Leiria

VisitaMinistroEconomia241020171

O Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na manhã desta quarta-feira, 25 de outubro, na freguesia de Vieira de Leiria, concelho de Marinha Grande, para visitar empresas afetadas pelo incêndio ocorrido no passado dia 15 de outubro.

O governante foi recebido pela presidente da Câmara, Cidália Ferreira; pelos vereadores Carlos Caetano e Célia Guerra; pelo presidente da Junta, Álvaro Cardoso; e pelo presidente da Assembleia de Freguesia, Rui Rodrigues.

A deslocação à área ardida teve início na empresa Vincarte, situada na Área Industrial de Vieira de Leiria, onde o proprietário Armando Constâncio mostrou a destruição total da fábrica e teve oportunidade de dar a conhecer as diligências entretanto encetadas para reerguer a atividade.

Seguiu-se a visita à Leiriaços, na qual o empresário João Dinis deu conta dos estragos feitos pelo fogo num dos pavilhões e mostrar as suas preocupações na manutenção dos clientes. O Ministro conheceu depois os danos causados na cobertura do supermercado Continente Bom Dia, localizado próximo da empresa Leiriaços.

Durante a visita, Manuel Caldeira Cabral anunciou medidas “de apoio às empresas na reconstrução, na componente de fundo perdido, apoio em termos de fundo de maneio e apoios à manutenção dos postos de trabalho”.

O Ministro da Economia recolheu a grande preocupação dos empresários de quererem “continuar a trabalhar para repor a capacidade produtiva e a honrar os seus compromissos com clientes e trabalhadores”.

Nesta visita, o representante do Governo assumiu que os “empresários querem retomar a atividade, não querem baixar os braços, querem voltar ao trabalho e o Governo está cá para os apoiar”.

Admitiu ter visto da parte da Câmara Municipal da Marinha Grande “uma vontade muito grande de estar ao lado dos empresários para esta importante missão de voltar a pôr estas empresas a trabalhar”.

No seu primeiro dia de mandato, a presidente da câmara Cidália Ferreira, admitiu que a sua preocupação é “ter connosco todos os governantes do nosso país que possam visitar a área afetada”, para que sejam tomadas “as decisões adequadas dando as informações corretas a todos aqueles que vão ter de se reerguer”.

Cidália Ferreira acrescentou que “a nossa principal função é estarmos junto da população, estarmos junto do Governo e pedirmos auxílio permanente em busca de encontrarmos as melhores soluções para o nosso concelho”.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter