Papa apela à prudência e à sabedoria em Jerusalém

| 2017-12-06

O Papa lembra que “Jerusalém é uma cidade única, sagrada para os judeus, os cristãos e os muçulmanos"

O Papa Francisco manifestou, hoje, a sua preocupação com a situação vivida em Jerusalém, e numa altura, em que, segundo as agências noticiosas europeias, o presidente dos EUA vai anunciar, por volta das 13h00 locais (18h00 em Lisboa) se considera Jerusalém como a capital de Israel e se transfere para, esta cidade, a embaixada norte-americana que, atualmente, está localizada em Telaviv.

Um sentimento expressado no final da audiência de quarta-feira e por isso apelou ao uso da prudência e da sabedoria e ainda pediu que todos saibam “respeitar o status quo da cidade, em conformidade com as respetivas Resoluções das Nações Unidas”.

O Papa lembra que “Jerusalém é uma cidade única, sagrada para os judeus, os cristãos e os muçulmanos, que nela veneram os Lugares Santos das respetivas religiões, e tem uma vocação especial para a paz”.

Francisco rezou para que esta identidade “seja preservada e reforçada” em benefício da Terra Santa, do Médio Oriente e de todo o mundo.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter