Pedrógão Grande: Cerca de 95% de perímetro incêndio em rescaldo

| 2017-06-21

O incêndio de Góis mantém duas frentes ativas

Incêndio em Góis

Cerca de 95% do perímetro do incêndio de Pedrógão grande está sob rescaldo e vigilância adiantou, esta manhã, o comandante operacional da Proteção Civil, Vítor Vaz Pinto. Porém, o potencial de risco ainda é elevado nos restantes 5% do terreno, pois é uma zona de difícil acesso. O comandante também explicou que as condições meteorológicas, que se fizeram sentir durante a noite, favoreceram o combate às chamas.

Presentemente o incêndio de Góis, que resultou do descontrolo do incêndio de Pedrógão Grande, mantém duas frentes ativas, nas localidades de Capelo e Carvalhal que mobiliza 2300 operacionais apoiados por 800 viaturas e 12 meios aéreos. Durante a noite foram evacuadas mais três aldeias do concelho.

Para o dia de hoje está prevista uma reunião entre o ministro do Planeamento e seis secretários de Estado com os autarcas de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra. O objetivo é trabalhar num plano de ação que responda às situações urgentes. Sendo que as prioridades são o realojamento e o restabelecimento das condições de segurança das populações.

Entretanto a Segurança Social lançou o alerta de que há pessoas a fazerem-se passar, por técnicos da estrutura, e que estão a realizar visitas em nome do organismo em Pedrógão Grande e em Góis, zonas afetadas pelos incêndios.

A Segurança Social alerta as populações que os técnicos no terreno estão devidamente identificados.

Entretanto, a Estrada Nacional 347 (entre Relvas e Póvoa) já foi reaberta. De acordo com a GNR, a circulação continua interdita na Nacional 2 em dois troços: um no concelho e Góis e outro no concelho de Pedrógão Grande.

A Estrada Nacional 236 ainda está cortada ao trânsito. A alternativa no concelho de Castanheira de Pêra é o IC3.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter