PSP lança Operação Odeta

| 2018-01-26

A Polícia de Segurança Pública é uma das entidades formadoras nestas matérias

De 29 de janeiro a 4 de fevereiro, a Polícia de Segurança Pública vai desenvolver, nos principais centros urbanos e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, a “Operação Odeta”, especialmente direcionada para as questões de segurança relacionadas com animais de companhia e, de entre estes, os cães perigosos e potencialmente perigosos (CPPP).

Trata-se de uma ação de carácter preventivo, com enfoque na sensibilização, mas que não deixará de incidir na fiscalização das normas legais em vigor, nomeadamente a utilização de trela/peitoral ou açaimo na via pública, o registo dos animais de companhia, a vacinação obrigatória e ainda a verificação, no que respeita a cães perigosos e potencialmente perigosos, se os seus detentores possuem formação específica e se esta foi ministrada por treinadores credenciados.

Salienta-se que a Polícia de Segurança Pública é uma das entidades formadoras nestas matérias e que estão abertas as inscrições para a 3.º sessão de Certificação de Treinadores de CPPP, a realizar entre 5 e 9 de março. Os interessados podem obter mais informações em www.psp.pt.

A presente operação recebeu a designação “Odeta” em homenagem à cadela, de raça pastor alemão, que esteve ao serviço do Grupo Operacional Cinotécnico da PSP desde 2007 até 1 de outubro de 2015, dia em que morreu. Ao longo desses 8 anos, a Odeta participou em várias operações em Portugal e no estrangeiro, contribuindo de forma eficaz para a causa da segurança pública. 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter