União das Misericórdias celebra protocolo para reabilitação de casas sociais

| 2017-11-30

A colaboração foi firmada no Centro João Paulo II, da União das Misericórdias Portuguesa, em Fátima.

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) e a Estrutura de Gestão do Instrumento para a Reabilitação e a Revitalização Urbanas (EG - IFRRU) celebraram um protocolo que promove o financiamento de reabilitação de imóveis do setor social.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a UMP explica que pretende “melhorar as respostas sociais” das Misericórdias e restantes entidades do setor solidário, procurando “contribuir para um melhor apoio e uma melhor qualificação da vida da população portuguesa”.

O protocolo com a Estrutura de Gestão visa o financiamento de projetos de “reabilitação física do património imobiliário das Misericórdias, IPSS e Mutualidades”, independentemente do uso ser habitacional ou para atividades económicas ou para equipamentos de utilização coletiva.

A colaboração foi firmada no Centro João Paulo II, da União das Misericórdias Portuguesa, em Fátima.

A UMP explica que o IFRRU reúne diversas fontes de financiamento – como fundos europeus do Portugal 2020, Banco Europeu de Investimento, o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa – conjugados com fundos da banca comercial e destina-se a operações de reabilitação e revitalização urbana em todo o território nacional.

Promotora da economia social, a União das Misericórdias Portuguesas contabiliza no território português 387 Misericórdias, algumas com mais de 500 anos, que apoiam diariamente mais de 165 mil pessoas e têm 18 hospitais e 111 unidades de cuidados continuados.

(Noticia Agência Ecclesia)

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter