Associação «Banco de Leite» apela à ajuda alimentar para crianças e idosos da ilha do Príncipe

| 2018-07-11

Frei Fernando Ventura, promotor do projeto, fala em situações de emergência no país lusófono

A Associação ‘Banco de Leite’ lançou um apelo à ajuda alimentar para crianças e idosos da ilha do Príncipe, alertando para situações de emergência no país lusófono.

Em declarações à Agência ECCLESIA, frei Fernando Ventura, promotor do projeto solidário, considerou urgente responder à “emergência alimentar”, procurando ainda apoios para reconstruir o lar Casa Betânia, destinado aos idosos locais.

A Associação Amparo da Criança – Associação de Solidariedade Social, mais conhecida por Banco de Leite, está a ajudar o lar e a cozinha comunitária das Servas da Sagrada Família.

“Têm uma cozinha especial só para refeições para idosos, pobres em geral, e crianças”, que segundo frei Fernando Ventura são as “duas camadas populacionais mais abandonadas em São Tomé, diferentemente de África”.

A solidariedade é necessária para a ajuda alimentar e também para reconstruir o lar de idosos ‘Casa Betânia’, que, atualmente, tem 10 utentes “porque não há condições para mais” na “estrutura antiga, em muito más condições”.

Frei Fernando Ventura recordou que o presidente da República portuguesa “prometeu ajudar”, aquando a visita de Estado a São Tomé e Príncipe, realizada de 20 a 22 de fevereiro.

No dia 6 de julho, o frade Capuchinho encontrou-se com Marcelo Rebelo de Sousa que “estava por dentro da situação e a fazer contactos”.

O projeto ‘Banco de Leite’ surgiu há sete anos em São Tomé, após conversa com o bispo local D. Manuel dos Santos, prelado português, quando se descobriu que só “havia leite para três semanas” no antigo orfanato.

“Neste momento, praticamente todos os meses estamos a mandar uma tonelada de leite em pó, sendo que os Açores continuam a fornecer leite em exclusivo para o orfanato, cujas novas instalações foram inauguradas em janeiro, construído com a ajuda da cooperação portuguesa”, contextualiza frei Fernando Ventura.

O projeto ‘Banco de Leite’ chegou entretanto a Cabo Verde, pela mão da Associação Synergia, promovendo uma ação de “educação não formal pela arte, música, pintura, escultura, criatividade”.

Esta iniciativa é desenvolvida com os frades Capuchinhos de Cabo Verde, com quem esperam também começar a trabalhar em duas paróquias no sul de São Tomé.

(Agência Ecclesia/CB/OC)

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter