Vaticano lança selos de Natal desenhados por recluso de Milão

| 2018-11-08

A iniciativa nasceu no âmbito do projeto “Filatelia nas cadeias”

O Vaticano coloca à venda uma série de selos de Natal assinada por Marcello D’Agata, um recluso da prisão de Milano Opera.

A iniciativa nasceu no âmbito do projeto “Filatelia nas cadeias” que o jornalista Danilo Bogoni acompanha há anos na prisão milanesa.

“Quando eu era criança, desenhava sempre que tinha um papel branco nas mãos”, escreve Marcello sobre sua paixão por lápis e cores. 

“Naturalmente, eram somente rabiscos, mas eu gostava, pois naquelas folhas eu dava forma e cor às minhas emoções, sobretudo aos meus sonhos. Depois, o destino, que talvez eu poderia ter evitado se tivesse tido mais força interior, mais instrução e também mais condições para entender que as escolhas erradas pagam-se. Desde que fui preso parei de desenhar, colorir os meus sonhos e o futuro. Há quase vinte e cinco anos que estou fechado em ambientes que impedem as cores de animar minha vida.”

 “Os últimos entre os últimos”, lê-se na nota do Departamento Filatélico e Numismático do Vaticano, “estão desde sempre no coração do Papa Francisco e sobre a sua situação muitas vezes o Pontífice se pronunciou: os que estão nas cadeias estão descontando uma pena, uma pena pelo erro cometido. Não nos esqueçamos de que para que a pena seja fecunda, deve ter um horizonte de esperança, caso contrário permanece fechada em si mesma e acaba sendo somente um instrumento de tortura. Não é fecunda”.

Os selos têm o valor facial de 1 euro e 10 centavos e 1 euro e quinze centavos, e vão ser impressos 60 mil exemplares. Também será produzida a versão em livro que inclui as duas séries

 

 

 

 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter