Batalha encerra o ano de 2018 com um saldo orçamental positivo de 1,2 milhões de euros

| 2019-01-07

A Câmara Municipal da Batalha registou em 2018 um montante superior a 15 milhões de euros ao nível da execução orçamental, o que revela um forte esforço no investimento, e encerra o ano com um saldo global transitado para 2019 no valor de 1.163.143,61 €, conforme o mapa de fluxos de caixa e o Resumo Diário de Tesouraria do dia 28/12/2018.

Tendo em conta a sua especificidade no que se refere à utilização do saldo pela administração local, esta componente da receita pode ser disponibilizada para o cálculo dos fundos disponíveis e utilizada pela Câmara Municipal da Batalha para dotar de meios financeiros novos projetos para 2019.

Neste capítulo e na sequência do Plano e Orçamento aprovados, este valor libertado será orientado para garantir a participação municipal em novas candidaturas a fundos europeus, com destaque para os projetos de mobilidade suave (ecovias), renovação e conservação da rede de águas e apoio ao desenvolvimento das áreas de acolhimento empresarial, para além dos recentes projetos de requalificação urbana no centro histórico do Reguengo do Fetal e a concretização do programa em parceria com o Politécnico de Leiria de adaptação de edifícios históricos para residências para estudantes.

Para o Presidente da Câmara, Paulo Batista Santos, "o ano de 2019 começa com sinais positivos quer nos indicadores de atração económica, turismo e na criação de mais postos de trabalho, quer na saúde financeira da Câmara que lhe permite fazer face aos grandes desafios dos fundos comunitários do Portugal 2020".

“Entendo que o objetivo de um Município não é gerar lucros excessivos, mas antes ter uma gestão equilibrada de recursos, pelo que importa salientar que o valor do saldo apurado em 2018 regista uma redução face aos anos de 2016 e 2017, tendo em conta a opção assumida pelo executivo de redução da carga fiscal sobre os munícipes, através da diminuição dos impostos, tarifas e taxas municipais”, acrescenta o autarca.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter