CPLP “um dos mais fortes pilares de apoio” à ONU, diz António Guterres

| 2018-11-07

Secretário-geral da ONU foi distinguido pela CPLP com o “Prémio José Aparecido de Oliveira” criado em 2011

Entrega do Prémio José Aparecido de Oliveira ao Secretário Geral da ONU

António Guterres reafirmou esta segunda-feira em Lisboa a importância e o papel da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), como “um dos mais fortes pilares do apoio” às Nações Unidas.

O Secretário geral da ONU que recebeu o prémio José Aparecido de Oliveira, considerou que este reconhecimento mostra “o empenhamento dos membros da CPLP em tudo fazer” para enfrentar “os enormes riscos” que se apresentam ao mundo, como as alterações climáticas, o terrorismo e os impactos da evolução tecnológica.

A resposta da comunidade internacional a esses riscos deve ser feita, não através “de expressões de nacionalismo e de isolacionismo que não têm qualquer sentido”, mas reafirmando “uma ordem multilateral”, disse o antigo 1º Ministro português.

António Guterres lamentou ainda que a “erosão” das relações internacionais se traduza num aumento da desconfiança entre os Estados e entre os povos, “o que torna cada vez mais difícil a defesa da paz e a segurança” e a promoção de uma “globalização que seja justa”.

O secretário geral da ONU considera que a CPLP tem “condições excecionais” para “fazer pontes” e ser mensageira de uma ordem internacional baseada no Direito”, e adiantou que o prémio pecuniário, no valor de 30 mil euros, vai ser entregue ao Conselho Português para os Refugiados pelo seu papel “na generosa política” que Portugal adotou abrindo as suas portas à proteção de refugiados.

Nesta sessão solene a secretária-executiva da CPLP, Maria do Carmo Silveira, enalteceu a “brilhante carreira” de António Guterres, o 1º cidadão da lusofonia a assumir o cargo de Secretário-geral das Nações Unidas, e apontou o seu “exemplo”, que deve ser seguido, “uma trajetória que encarna, como poucos, os valores e princípios que estão na base da CPLP”.

O prémio instituído em 2011, homenageia a ação do embaixador José Aparecido de Oliveira, que foi decisivo para a criação e afirmação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

(Domingos Pinto/Vatican News/Lisboa)

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter