Feira de Leiria recupera tradições agrícolas de outros tempos

| 2019-03-13

A tenda da gastronomia será ocupada por 15 restaurantes e seis bares de associações do concelho

A Câmara Municipal de Leiria apresentou a programação da Feira de Leiria 2019, que decorrerá de 30 de Abril a 26 de maio, junto ao Estádio Municipal, numa edição marcada pela diversidade, sustentabilidade e identidade.

Gonçalo Lopes, vereador da Cultura e do Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal de Leiria, anunciou que o evento será dedicado ao mundo rural, recordando os 700 anos de história da feira, nomeadamente “o que eram os momentos mais agrícolas” de então, e, por isso, a decoração dos vários espaços será alusiva à “Leiria antiga”.

Das iniciativas previstas, o vereador destacou os 16 dias de concertos, que procuram abranger todos os tipos de públicos, através da atuação de artistas da região, nacionais e um internacional, e ainda de espetáculos de vários estilos musicais.

A entrada para a maioria dos concertos é gratuita, com exceção dos concertos dos HMB, de António Zambujo e de Blaya, cujos ingressos, que podem ser adquiridos no Teatro José Lúcio da Silva, têm um custo simbólico de 5 euros, estando a compra limitada à lotação de 3.500 pessoas.

Outra novidade da Feira de Leiria deste ano será a possibilidade de compra de um copo reutilizável para consumo de bebidas durante todo o período da feira, que, segundo Gonçalo Lopes, “deverá tornar-se imagem de marca do evento”.

A tenda da gastronomia será ocupada por 15 restaurantes e seis bares de associações do concelho e espera-se que possa gerar uma receita na ordem dos 500 mil euros para os respetivos órgãos dirigentes.

A zona de expositores contará com 230 espaços, que já se encontram totalmente atribuídos a várias entidades.

Para as mais de 500 mil pessoas esperadas, existirão parques de estacionamento adicionais na periferia da cidade, em concreto no Mercado do Falcão (junto ao aeródromo) e na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (junto ao Leiriashopping), sendo também disponibilizado um serviço regular e gratuito de shuttle de e para o recinto do evento, nas vésperas de feriado, noites de sexta e fins de semana.

O impacto económico direto da Feira de Leiria deverá ascender aos cinco milhões de euros, referiu Gonçalo Lopes.

A apresentação contou com elementos da banda HMB, que realçaram a sua ligação a Leiria não só pelos bons resultados nos concertos já realizados, mas também por um dos membros do grupo ter conhecido a sua mulher num desses espectáculos.

Quanto à música, os HMB prometem uma atuação diferente das que fizeram em 2018, até porque têm novas canções na calha, que poderão ser apresentadas no dia do concerto.

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter