“Música em Leiria” confirma Luís Figueiredo em Pombal e leva Cláudia Franco e Paulo Bernardino às grutas de Mira de Aire

| 2018-12-31

Organização do Festival revela protagonistas dos espetáculos dos dias 5 e 12 de abril

Cláudia Franco

 A organização do Festival Música em Leiria acaba de revelar novas confirmações para a sua 37ª edição, com novos espetáculos em Pombal e em Porto de Mós. Luís Figueiredo, responsável pelos arranjos da canção “Amar pelos Dois”, apresenta o seu mais recente disco “Kronos/Penélope” em Pombal, no dia 5 de abril, e Cláudia Franco vai dar a conhecer, em estreia absoluta, o seu novo trabalho, numa sala de espetáculos incomum, nas grutas de Mira de Aire, em Porto de Mós, no dia 12 de abril. Também aqui atuará ainda Paulo Bernardino com Augusto Baschera.                

Ao todo, o programa da 37ª edição do Festival Música em Leiria conta já com sete espetáculos anunciados, entre os quais estão a dupla Mário Laginha e Pedro Burmester, os irreverentes PaGaGnini, o músico brasileiro Ivan Lins, o quarteto de concertinas Danças Ocultas, além da Glenn Miller Orchestra, esta em pré-lançamento do Festival. A par da forte componente internacional, o programa desta edição do festival assume igualmente uma forte aposta em talentos da música nacional.

«Estas novas confirmações vêm consolidar a maior abrangência territorial do programa deste ano do Festival Música em Leiria, que irá chegar a 10 concelhos do distrito de Leiria, com a missão de levar música clássica e jazz a novos públicos», assegura Acácio de Sousa, presidente do Orfeão de Leiria – Conservatório de Artes, entidade organizadora do evento. «Se por um lado, Pombal recebe Luís Figueiredo, Porto de Mós acolhe um concerto inédito de Cláudia Franco, nas grutas de Mira de Aire, para apresentar em primeira mão o seu novo disco, além da atuação de Paulo Bernardino e Augusto Baschera», refere Acácio de Sousa.       

No seu álbum “Kronos/Penélope”, Luís Figueiredo mostra toda a sua versatilidade enquanto compositor. Os temas atravessam diversos universos sonoros, desde elementos de música clássica de câmara, passando pela improvisação pura, momentos falados, baladas e até pop-rock.

Cláudia Franco é um dos grandes nomes da nova geração de músicos do jazz nacional, apresentando um estilo único, tranquilo e refrescante, com interpretações que misturam harmoniosamente paixão e talento. A cantora, e professora no Orfeão de Leiria, estreou-se em 2015 com “Soul Dance”, onde combina um reportório de standards de jazz com arranjos pop de autores como Duke Ellington ou George Gerswin e já atuou em palcos como o Rock In Rio (Portugal), no “The End Club”, em Londres, na Aula Magna, no Centro Cultural de Belém, na Casa da Música, no Hot Clube de Portugal, entre outros.

Por sua vez, o leiriense Paulo Bernardino, em plena ascensão no panorama artístico nacional, também professor no Orfeão de Leiria, é considerado um clarinetista jazzístico de grande virtuosismo. Juntamente com o guitarrista brasileiro Augusto Baschera irá protagonizar um extraordinário e surpreendente dueto nas grutas de Mira de Aire.

Os bilhetes para os espetáculos confirmados pela organização do Festival já estão à venda nas bilheteiras do Teatro José Lúcio da Silva, e também no site, através do endereço www.teatrojlsilva.pt. Até dia 25 de abril de 2019, o Festival levará espetáculos de música clássica e jazz a 10 concelhos do distrito: Leiria, Marinha Grande, Batalha, Porto de Mós, Pombal, Ansião, Alvaiázere, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos 

Partilhe esta notícia

Subscreva a nossa newsletter